web analytics

DROGAS: o que são e o que fazem com nosso cérebro?

ECSTASY E ÁLCOOL, UMA VIA SEM SAÍDA

Edição Vol. 2, N. 03, 11 de Novembro de 2014

DOI: http://dx.doi.org/10.15729/nanocellnews.2014.11.10.007

“Ecstasy” é o nome para MDMA (3,4-metilenodioxi-metanfetamina), uma droga sintética que tem efeitos semelhantes a alguns estimulantes e alucinógenos.

Muitas pessoas que tomam ecstasy também o usam com uma variedade de outras drogas, incluindo o álcool. Mas como é a experiência de misturar álcool com ecstasy? É perigoso? O ecstasy causa vício?

Leia abaixo as respostas para estas perguntas. Então, sinta-se livre para compartilhar suas experiências e perguntar na seção de comentários no final.

OS EFEITOS DO ECSTASY E DO ÁLCOOL

Por si só, o ecstasy produz um poderoso sentimento de euforia causado por uma onda de neurotransmissores no cérebro. Quanto tempo o ecstasy permanece no seu corpo varia de acordo com a dose tomada. No entanto, esta onda química cria sentimentos de euforia, empatia e excitação. Quando misturado com álcool, os usuários muitas vezes acham que a euforia dura por mais tempo e também que estão mais excitados sexualmente (1).

No entanto, a depleção ou esgotamento dos neurotransmissores, um dos efeitos causados por se tomar o ecstasy, muitas vezes leva a um choque após o sentimento de euforia, que pode envolver a ansiedade, depressão e problemas para dormir. Alguns usuários de ecstasy relataram aumentos de efeitos colaterais negativos quando eles escolheram em combinar com o álcool (1, 2).

PERIGOS DE MISTURAR ECSTASY E ÁLCOOL

O ecstasy preserva sentimentos de embriaguez, aqueles de se ficar alegre no início do primeiro copo, e aqueles do porre em que se apaga ou não se lembra de nada, após os goles a mais, mas pode impedir a sedação, consistente com a intoxicação alcoólica. Embora o usuário possa sentir que o ecstasy ajuda a mediar os efeitos do álcool sobre o desempenho físico, estudos científicos têm demonstrado que a capacidade cognitiva permanece comprometida com as duas drogas juntas (1, 2).

Além disso, participantes de um estudo científico recente examinou os efeitos do MDMA (ecstasy) e do álcool juntos. Eles descobriram que, enquanto ambas as drogas diminuem a inibição por si mesmas, quando tomadas em conjunto, os usuários relataram maior excitação sexual. Beber álcool em cima do ecstasy pode incentivar ainda mais o comportamento de risco, como o sexo desprotegido (2).

OVERDOSE POR ECSTASY E ÁLCOOL

Como os usuários podem sentir-se que não estão sendo prejudicados pelo álcool, as pessoas em êxtase pelo ecstasy podem ser mais suscetíveis à intoxicação pelo álcool. O ecstasy interfere com a capacidade do corpo em metabolizar outras substâncias, o que pode aumentar o risco de overdose, quando feito com outras drogas. Para aumentar a euforia, os usuários podem querer tomar mais de uma ou outra droga. Alguns usuários de ecstasy podem ter insuficiência cardíaca. Os sintomas de overdose por ecstasy podem incluir a hipertensão arterial, convulsões, perda de consciência, ataques de pânico e desmaios.

MORTES POR ECSTASY E ÁLCOOL

Além do MDMA, outras substâncias podem estar presentes em comprimidos de ecstasy (3). Alguns comprimidos vendidos como ecstasy não contêm MDMA e podem conter outras drogas nocivas. Pode ser difícil para o usuário determinar exatamente quais substâncias eles estão colocando em seu corpo (3). Algumas dessas interações medicamentosas podem ser muito perigosas por si mesmas, e podem tornar-se mais perigosas quando ingeridas com álcool. É importante que o usuário saiba a fonte de seu ecstasy. Algumas pesquisas têm relato da composição de várias comprimidos de ecstasy, justamente para, quando o usuário parar em um centro de emergência clínica ou pronto socorro, o médico saber com o que tratar o usuário. Este foi um dos estudos que fizemos junto com o Dr. José Luiz da Costa, perito criminal da Polícia Científica de São Paulo (3).

É SEGURO BEBER COM O ECSTASY?

Não é nem um pouco uma boa ideia beber e tomar o ecstasy juntos! Embora a combinação de ecstasy e álcool possa prolongar a euforia e intensificar a excitação, isso pode levar a interações medicamentosas indesejáveis e perigosas. Se você usa o ecstasy, certifique-se de que você sabe a sua origem e composição. Melhor seria se parasse de vez de se intoxicar, pois, um dos efeitos do ecstasy é degenerar seu cérebro, ou seja, reduzir seu QI, suas qualidades cognitivas, capacidade de pensamento e discernimento, sua habilidade intelectual, seu desejo e prazer sexual, entre vários outros efeitos que podem levar, inclusive, ao mal de Alzheimer.

PERGUNTAS SOBRE A MISTURA DO ECSTASY E DO ÁLCOOL

Você ainda tem dúvidas? Por favor, deixe-as na seção de comentários e vamos trabalhar para respondê-las. Se não pudermos responder suas perguntas, vamos encaminhá-lo para alguém que possa.

Referências

1. Vidal-Infer A, Aguilar MA, Minarro J, Rodriguez-Arias M. Effect of intermittent exposure to ethanol and MDMA during adolescence on learning and memory in adult mice. Behavioral and brain functions : BBF. 2012;8:32. PubMed PMID: 22716128. Pubmed Central PMCID: 3542061. Epub 2012/06/22. eng.

2. Dumont GJ, Schoemaker RC, Touw DJ, Sweep FC, Buitelaar JK, van Gerven JM, et al. Acute psychomotor effects of MDMA and ethanol (co-) administration over time in healthy volunteers. J Psychopharmacol. 2010 Feb;24(2):155-64. PubMed PMID: 19164498. Epub 2009/01/24. eng.

3. Togni LR, Lanaro R, Resende RR, Costa JL. The Variability of Ecstasy Tablets Composition in Brazil. Journal of forensic sciences. 2014 Aug 14. PubMed PMID: 25125149. Epub 2014/08/16. Eng.

admin_cms

13 Replies to “DROGAS: o que são e o que fazem com nosso cérebro? ECSTASY E ÁLCOOL, UMA VIA SEM SAÍDA”

  1. Caros,

    obrigado pelas informações valiosas. Acabei misturando álcool e ecstasy e agora, depois de 3 dias, ainda tenho um pouco de ressaca, confusão mental, leve sensação de pânico e ansiedade. Há uma forma de diminuir esses efeitos? Evidente que não pretendo voltar a fazer isso nos próximos 20 anos! Na verdade os efeitos estão diminuindo, mas a dor de cabeça não… Há uma forma de ter meu bem estar de volta mais rápido? Como recuperar os neurônios perdidos, a parte que se degenerou se refaz?

    Obrigado,
    A.

  2. Gostaria de saber , se eu tomar 1/4 da bala de extasy e misturar com álcool é ainda perigoso?
    E gostaria de saber se eu tomar um extasy na balada depois de quanto tempo posso estar ingerindo álcool?

    Obrigado aguardado respostas

  3. Oi, tomei 3/4 de um ecstasy e misturei álcool, faz 1 dia e quando eu fecho a boca com um pouco de força dói numa parte do meu cérebro, quase do lado do olho.. se encosto tbm dói. Tem como refazer os neurônios perdidos?

  4. Gostaria de saber quanto tempo após tomar uma dose de álcool, posso tomar o ecstasy sem que ele interfira. Posso tomar uma dose e depois de 1h tomar uma bala sem que uma prejudique a outra?

  5. eu tomei um comprimido de ecstasy e estava bêbado no momento mas logo após os efeitos começarem eu consumi mais álcool… Foi a primeira vez em que tomei o ecstasy sendo assim gostaria de saber se a degeneração cerebral é causada no primeiro comprimido ou se esses danos no cérebro são causados Com o consumo constante de ecstasy.

  6. Gostaria de saber se bebendo algumas horas antes de tomar a bala me fara mal? Pq li que se tomar os dois juntos ou o álcool depois pode causar um ataque cardíaco e não li nada sobre se beber antes, poderiam me ajudar? Obrigado.

  7. exagerei no ecstasy tomando 4 comprimidos, estou a 5 dias com uma dor de cabeça fora do normal, queria saber o que eu posso fazer para diminuir e quanto tempo essa dor de cabeça passa…

  8. Meu irmão ta com os mesmo problema ele misturou bebidas com drogas,ele esta fora de si,não sabemos o que fazemos mais,ele ta querendo quebrar tudo,ele já queimou todas as roupas dele rasgou etc…o que eu faço,por favor me ajudem,não aguento mais…

  9. gostaria de saber os efeitos do êxtase porque eu penso em toma pela primeira vez mais preciso saber antes sobre os seus efeitos e também se é uma droga totalmente segura sem causa de overdose e também se tem poder viciante assim como a heroina por exemplo

  10. Pessoal na usem ecstasy eu usei com alcool, e estragou a minha cognição e consequentemente a minha vida, foi a pior cena que fiz na minha vida, ja fumei muita cannabis e bebi alcool mas isso foi mesmo o pior, nao sei se vou aguentar andar aqui muito tempo, abraço e tomem juizo, nao usem drogas, a vida e muito melhor sem elas!

  11. Ola, gostaria de saber se no mesmo dia, apos os efeitos do ecstasy passar, eu posso consumir bebida ou é como se eu estivesse ingerindo junto?

  12. ingeri bebida com êxtase em uma festa em grande quantidade estou tendo vários problemas
    nao sei se é crise de abstinência ou estou entrando em overdose!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*

Anuncie
Seja um parceiro do Nanocell News. Saiba como aqui.

Inscrição Newsletter

Deseja receber notícias de divulgação científica em seu e-mail?

Aqui você irá encontrar as últimas novidades da ciência com linguagem para o público leigo. É a divulgação científica para os brasileiros! O cadastro é gratuito!

Alô, Escolas!

Alô, Escolas! é um espaço destinado ao diálogo com as escolas, públicas e privadas, seus professores e alunos de todas as áreas (humanas, exatas ou ciências) do ensino médio e superior. A seção Desperte o cientista em você traz notícias, dicas de atividades e experimentos para uso em sala. Aqui você encontra também informações sobre a coleção de livros publicados pelo NANOCELL NEWS sobre ciências e saúde, e sobre o Programa Instituto Nanocell de Apoio à Educação.

Edições Anteriores

css.php